NACARATO | Dr. Paulo Mello Freire Nacarato




Telefone: 11 3062.2443



Estética dental e Clareamento dental

Há mais de 20 anos a Clínica Nacarato oferece o melhor em recursos e técnica para tratamentos relacionados à estética dental.




Toxina Botulínica - BOTOX ou DYSPORT - perguntas e respostas



Sob fins terapêuticos o Botox pode ser aplicado por dentistas. Tire suas dúvidas sobre a aplicação de botox na odontologia, e curiosidades gerais sobre o botox.


O que é a toxina botulínica, nome comercial BOTOX OU DYSPORT?


O botox é a toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum. A substância é famosa por ser utilizada com sucesso na correção de rugas dinâmicas, aquelas que aparecem quando realizamos movimentos mímicos. O nome comercial BOTOX é o mais comum, pois foi a primeira toxina botulínica produzida pela Allergan. Hoje no Brasil existem outras marcas comerciais como DYSPORT, PROSIGNE e XEOMIN, tão eficazes quanto o BOTOX.


Quais as indicações da toxina botulínica (BOTOX ou DYSPORT) na odontologia?


Poucas pessoas sabem que a toxina botulínica tem uma importante indicação terapêutica no tratamento de doenças causadas pelo excesso de contração dos músculos mastigatórios (apertamento dental e bruxismo), assimetrias faciais, hipertrofia do músculo masseter e disfunção das articulações têmporo mandibulares. Na odontologia o botox pode ser utilizado com sucesso para correção do “sorriso gengival”, que se caracteriza pela elevação acentuada do lábio superior ao sorrir, mostrando uma faixa de gengiva grande e tornando o sorriso anti-estético.


O que são rugas dinâmicas?


As rugas dinâmicas, ou rugas de expressão, são aquelas provocadas pela contração dos músculos da mímica facial e com o passar dos anos levam à formação de vincos na pele.


Como age a toxina botulínica (BOTOX ou DYSPORT)?


Quando injetada nos músculos, a toxina botulínica bloqueia a liberação da acetilcolina, uma substância neuro-transmissora responsável por promover a contração muscular. Uma vez paralisado o músculo, ocorre seu relaxamento e consequentemente a atenuação das rugas e diminuição da dor.


Em que regiões a toxina botulínica pode ser aplicada?


No 1/3 superior da face para a eliminação de rugas: aplica-se na região da testa, glabela (entre os supercílios), em cima das sobrancelhas (sobre os músculos corrugadores) e na região peri-orbitária ("pés de galinha"); no 1/3 médio da face, acima da “asas” do nariz (para correção do “sorriso gengival”); no 1/3 inferior pode ser aplicada no mento (queixo) e abaixo das comissuras labiais. Na odontologia pode ser aplicada no músculo masséter e feixe anterior do músculo temporal para atenuar o bruxismo e o apertamento dental. A toxina botulínica também está indicada para atenuar rugas no pescoço, controlar a hiperidrose (excesso de sudorese) nas axilas e palmas das mãos, aliviar dores lombares, enxaquecas e cefaleias tensionais.


O tratamento com a toxina botulínica pode tirar a expressão facial de uma pessoa?


Sim. Quando se realiza um número muito grande de aplicações de toxina numa mesma região, pode ocorrer a paralização total dos músculos responsáveis pela expressão facial. Entretanto, quando o procedimento é realizado sem exageros, consegue-se um ótimo resultado estético.


Como são realizadas as aplicações de toxina botulínica para tratamento de rugas?


Inicialmente analisa-se criteriosamente a face do paciente e determina-se com lápis dermatográfico os pontos que receberão a toxina. Em seguida, injeta-se a mesma diluída em soro fisiológico sob a pele com agulhas finíssimas, semelhantes as de insulina.


As aplicações são doloridas?


Em hipótese alguma! Como as agulhas utilizadas são extremamente finas (iguais as de insulina), não ocorre dor, apenas um ligeiro incômodo, e a maioria dos pacientes relata qua a “picadinha” é absolutamente suportável, sendo que alguns nem manifestam dor. Para as pessoas mais sensíveis, pode-se lançar mão de um creme anestésico tópico, que deve ser aplicado de 30 a 60 minutos antes.


Após quanto tempo começam a aparecer os efeitos estéticos e terapêuticos da toxina botulínica?


O efeito começa a ser percebido entre 48 e 72 horas após as aplicações, e tem o pico máximo após 15 dias, quando estabiliza. Recomenda-se sempre agendar o paciente após 15 dias da primeira aplicação para verificar a necessidade de eventuais “retoques” estéticos.


Quanto tempo dura o efeito da toxina botulínica?


O efeito do tratamento varia de pessoa para pessoa, e numa mesma pessoa em relação ao músculo paralisado. Em músculos potentes e com muita atividade a durabilidade do efeito é pequena (1 a 3 meses). Uma vez finalizado o efeito, pode-se aplicar novamente a toxina. A continuidade do tratamento ao longo dos anos faz com que a duração do efeito seja maior.


A exposição ao sol atrapalha?


Não há evidências de que os raios solares interfiram no tratamento com a toxina botulínica. No entanto, lembre-se de que o sol é o principal responsável pelo envelhecimento cutâneo, evite-o ao máximo.


Em quais casos a toxina botulínica está contra-indicada?


A aplicação de toxina botulínica está contra-indicada em pacientes gestantes e que estejam em fase de amamentação. Outra contra-indicação importante é nos casos de portadores de doenças que afetam os músculos como, por exemplo, a esclerose lateral amiotrófica.


A toxina botulínica provoca algum efeito colateral?


A toxina botulínica é segura e eficaz, porém após as aplicações podem ocorrer efeitos colaterais transitórios como dor de cabeça, náusea, diplopia, xerostomia (diminuição das secreções lacrimal e salivar), pequenos hematomas e ptose palpebral (abaixamento da pálpebra superior). Não se conhecem reações alérgicas as toxinas, porém não devem ser aplicadas em pacientes alérgicos à albumina (proteína do ovo), pois ela está presente na composição da maioria das marcas comerciais de toxina.